Hoje a reflexão é uma espécie de balanço e de inventário. Normalmente faço este tipo de coisas no final do mês, mas hoje, devido a ser um dia importante, decidi refletir no trajeto ao longo de um mês.

O dia de hoje é um dia importante, talvez por representar um marco no projeto que eu estou a desenvolver. Se analisar bem todos os dias até hoje, posso facilmente ver que cada segundo, cada acontecimento, pensamento e ação foram cruciais para chegar onde estou hoje.

Há um mês atrás, nunca pensei ser a pessoa que sou hoje. Não por não querer ser, mas talvez por achar que não conseguia.

Projetava uma imagem para mim mesma, mas na hora da verdade, optava por ser a Ângela do costume. Ao invés de desafiar os limites que impus a mim mesma e tornar-me um pouco mais na pessoa que queria ser, não passava à ação, não decidia ser uma pessoa diferente.

Para que haja mudança tem que haver aceitação. Eu sei que tenho que me aceitar independentemente daquilo que sou, mas quando falo em ser uma pessoa diferente, refiro-me ao facto de ter a oportunidade de me libertar de limitações e não aproveita-las continuando a deixar limitar-me.

Mas hoje, tomei consciência que todos estes pequenos momentos, sejam os momentos de dúvida ou de confiança; as decisões com base no medo ou com base no amor; a escolha de me deixar limitar ou me deixar expandir; tudo isso formou a base para ser o que sou hoje.

Aquilo que sei, ou melhor, aquilo que falo com base na experiência só é possível devido a toda essa aprendizagem.

Se eu mudasse um segundo que fosse, não estaria aqui neste momento.

E este momento não é tão perfeito? Tenho tudo o que preciso, sinto-me bem comigo mesma, estou a fazer aquilo que gosto e gosto daquilo que faço…

Então porque não agradecer a todos aqueles momentos em que tudo estava no caos, mas que ainda assim depois da tempestade, veio a bonança?

Obrigado por este dia repleto de gratidão!

Até amanhã!

Ângela Barnabé 

Ales Krivec

Podes também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest