Quantas vezes me deparo com a necessidade de ter tudo sob controlo? É  mais fácil se for assim, penso muitas vezes enquanto luto contra a forma como as coisas fluem.

Mas a verdade é que nada é mais fácil quando está sob controlo. A ansiedade aumenta, a satisfação diminui e fico sempre com uma aparente felicidade, que não passa de uma grande ilusão.

Tenho trabalhado este aspeto de querer manipular para que as coisas fiquem do meu agrado e isso tem-me feito tomar consciência da grande separação que ainda existe entre mim e o deixar fluir.

Quando decido deixar fluir e permito que aconteça o que tenha que acontecer fico sempre satisfeita com o resultado. Aliás, quando eu decido que estar bem é o mais importante tudo o que vem até mim é uma bênção.

Ter as coisas como eu quero não significa necessariamente que as coisas estão bem. Primeiro porque a minha consciência é tão limitada e por vezes tão resistente à mudança que não estou aberta para que as coisas melhorem e acabo sempre por tentar impor uma vontade que na maior parte das vezes não resulta.

Depois, existe uma ordem maior por trás de tudo o que acontece. Para que tudo esteja em harmonia é necessário que haja uma ordem e reajustes são muitas vezes necessários. Eu, com  a minha consciência limitada, nunca poderei ver a melhor forma para as coisas acontecerem de maneira a que ninguém seja prejudicado.

Por muito aliciante que pareça receber exatamente o resultado da forma que planeei, a verdade é que o que dá entusiasmo à vida é receber as coisas de forma inesperada.

Estar expectante sobre os resultados que quero ver na minha vida é o que me dá entusiasmo para viver cada dia, tendo sempre em mente que tão importante como colher é semear.

Obrigado por este excelente dia!

Até amanhã!

Ângela Barnabé 

Pin It on Pinterest