Há alguns anos atrás ir para a universidade era como ter um trabalho garantido. Mas com o estado da sociedade atual e com as mudanças que estamos a sofrer não faz mais sentido pensar dessa forma.

Para mim a universidade era algo a que nós não podíamos “escapar”. Fazia parte do meu percurso de vida. Mas percebi que isso não fazia sentido.

Para quê passar, no mínimo, 3 anos da minha vida num sítio onde provavelmente não quero estar, a aprender algo que não quero aprender e que para além disso algo não me irá trazer benefícios?

Só faria sentido ir para a universidade se realmente quisesse saber mais sobre determinada área. Mesmo assim todos os dias são formadas novas teorias e chegamos à conclusão que nunca conhecemos completa e corretamente determinado fenómeno.

Por isso, uma jovem, como eu, que decida ir para a universidade deve fazê-lo porque realmente gosta de estudar e não para conseguir determinado emprego ou simplesmente para fazer o que é suposto.

Por que motivo não investir esse tempo, essa energia e até esse dinheiro numa atividade que queiramos fazer? Por exemplo uma viagem à volta do mundo…

Por que é que nos temos de nos entupir de informação desnecessária, de conceitos errados apenas para agradar à sociedade?


Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest