setembro 2017

Setembro foi um início de um novo ciclo.

Comecei a partilhar um lado um pouco mais pessoal nas minhas reflexões diárias. Nunca imaginei o efeito que isto teria na minha vida, e se calhar nem mesmo hoje consigo posso imaginar por completo.

Mas, o que posso dizer é que me sinto melhor a cada dia que passa. Apesar de em alguns momentos ainda deixar que pequenas coisas me afetassem, depressa voltei ao trilho e permiti que o bem-estar permanecesse comigo.

Libertei-me de medos, inseguranças e dúvidas. Deixei cair muitas máscaras e admiti muitas coisas que preferia ter deixado na penumbra. Por vezes não é fácil para mim “dar o braço a torcer”, pois ainda me vejo a querer ter razão em vez de ser feliz.

A Ângela do início deste mês é muito diferente da Ângela que começa este mês de outubro.

As palavras de ordem do mês foram: certeza e confiança , pois só confiando é que posso realmente dizer que vivo. O controlo e a manipulação não passam de ilusões, pois quando uso este tipo de comportamentos, não estou a viver.

Não sei o que irá acontecer em outubro, mas afirmo com toda a certeza que setembro foi o melhor mês da minha vida.

Aos poucos liberto-me da miopia que me tolda a consciência e impede que eu veja o mundo claramente.

No fundo tomei consciência que tudo é uma escolha, e por muito que eu argumente, que eu resista ou rejeite, tudo, mas mesmo tudo o que eu experiencio é da minha responsabilidade.

Não há forma de mudar o que quer que seja sem me responsabilizar e aceitar a realidade que vivo.

Acredito plenamente que a vida está repleta de bênçãos e que a mim só me cabe permitir que elas jorrem na minha vida.

Obrigado setembro e bem-vindo outubro.

Ângela Barnabé

Podes ler os artigos do mês de setembro clicando aqui!

Podes também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest