fevereiro

Querido fevereiro,

Há cinco anos atrás foste sinónimo de um início de caminhada, que até hoje perdura.

Este ano foste um mês de gratidão e de valorização, porque cheguei à conclusão que, mais importante que alcançar o objetivo, é usufruir de tudo o que me leva até lá.

Valorizar aquilo que tenho, aquilo que sou e tudo aquilo com que vou sendo abençoada deve ser algo a ter em mente sempre, pelo menos enquanto quiser ter uma vida plenamente satisfatória.

Esta foi uma das aprendizagens que me trouxeste.

No fundo, a única coisa que impede que o que preciso venha até mim, que é o melhor que posso ter, sou eu mesma, com a minha ainda existente vontade de controlar e de querer as coisas à minha maneira.

Enfim, um aspeto que tem vindo a ser trabalhado diariamente, talvez desde o início desta mudança na minha vida.

Tenho plena consciência que quanto mais me abro à vida, mais permito que tudo flua.

Aos poucos começo a ver a perfeição do fluxo da vida e quanto eu tenho a responsabilidade de estar bem, para cada vez mais contribuir para um mundo cada vez melhor.

Obrigado por todas as tuas bênçãos.

Até à próxima fevereiro!

Bem-vindo março!

Ângela Barnabé

 

Podes ler os artigos de fevereiro clicando aqui!

Foto original por Quinsey Sablan on Unsplash

Pin It on Pinterest