mãos

Posso escolher neste momento estar bem. Posso usar tudo o que estou a viver agora para criar uma sensação cada vez maior de plenitude e de satisfação e assim trazer cada vez mais bem-estar para a minha vida.

Mas posso também escolher sentir-me mal. Posso focar-me em aspetos que apenas me levam para a dúvida, para a ansiedade e medo e assim perpetuar o mal-estar.

Por muito que eu tenha responsabilizado os outros pelo meu estado de espírito e pelos resultados  que fui obtendo na minha vida, basta abrir um pouco a mente para ver que a escolha sempre esteve nas minhas mãos.

Decidi deixar que os outros decidissem por mim e em todas as minhas indecisões fui dando o meu poder às situações.

Hoje cada vez mais tenho consciência do meu poder e da minha responsabilidade perante as minhas decisões e as minhas escolhas.

Tenho todos os motivos para estar bem; mas esses mesmos motivos podem estar por detrás do mal-estar.

Não se trata de uma posição otimista, mas sim de uma certeza que tudo acontece no momento certo da melhor forma possível.

Mal-estar cria mal-estar; bem-estar permite uma evolução e crescimento através do amor, da aceitação e da gratidão.

A escolha está nas minhas mãos e quanto mais expando a consciência, mais me permito fazer escolhas conscientes, com o foco em ser uma pessoa cada vez melhor, num mundo em constante expansão e crescimento.

Obrigado!

Ângela Barnabé

 

Foto original por Chungkuk Bae on Unsplash

Pin It on Pinterest