a vida é tão curta

Todos os dias tenho provas de quanto a vida é tão curta. Posso fazer planos, posso tentar viver na certeza do dia de amanhã, mas a verdade é que nunca saberei quanto tempo “irei cá estar” nem durante quanto tempo as coisas que estou a viver.

Sei que desperdicei muito tempo da minha vida preocupada com o que poderia vir a acontecer e que também passei muito tempo a pensar naquilo que poderia ter dito ou feito diferente no passado.

Adiei muitas coisas e deixei que assuntos nada importantes tomassem muito do meu tempo, enquanto que outros, bem mais importantes foram deixados para trás.

Esse tempo já passou e não vou poder tê-lo novamente. Aquilo que não aproveitei ficou para trás, mas hoje posso mudar isso.

Não posso propriamente  aproveitar aquilo que não aproveitei, mas hoje, posso certificar-me que irei aproveitar o que vem no futuro, ou melhor, viver realmente o momento presente.

Sempre tive ( e ainda tenho) a tendência para fugir ao momento presente, mesmo que esteja a presenciar algo que realmente queria experimentar.

Com o treino e com a expansão da minha consciência vou ficando mais atenta ao presente, e ainda que a vida possa ser curta, poderei usufruir ao máximo dela.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest

Copied!