sempre a mudar

Não sei se já alguma vez escrevi sobre isto (penso que sim), mas eu sou uma pessoa que gosta muito da rotina. Antes achava que isso era bom, mas agora tenho uma perspectiva um pouco diferente.

Ao longo do dia é um bom ter uma linha de orientação e, por exemplo, durante a semana acabo por ter uma rotina, uma vez que existem tarefas a fazer todos os dias, na mesma altura.

Mas o problema é quando essa criação de rotina se torna algo rígido, que é muitas vezes o meu caso.

Todos os momentos que me ficam na lembrança como algo fantástico, foram aqueles que eu não podia prever e que aconteceram porque eu deixei fluir.

Por isso quando me apego a uma rotina impeço que a vida aconteça e que me traga tudo aquilo que tem para mim.

As coisas estão sempre a mudar e quanto mais rápido aprender a lidar com isso, mais rápido poderei usufruir plenamente da vida.

É uma questão de escolha: ou aceito a forma como as coisas funcionam, estando aberta à mudança; ou resisto e sou “obrigada” a trabalhar as coisas.

Eu sei qual é a melhor opção e qual me vai levar a uma vida plena e repleta de felicidade. Agora é só agir em conformidade com isso.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest