Com cada experiência que acontece no meu dia-a-dia eu posso escolher aprender algo. E, tendo em conta a ideia de que a vida me traz aquilo que eu preciso para crescer, é fácil ver que tudo acontece por um motivo.

Muitas vezes, deixo-me levar pelas aparências e julgo aquilo que está a acontecer, não vendo a situação como algo que tem a missão despertar algo que eu preciso para levar a vida de uma forma mais satisfatória.

Quando as coisas correm “bem”, ou seja, quando aquilo que acontece está dentro dos parâmetros do que eu considero positivo é fácil aprender a lição. Mas quando as coisas fogem daquilo que eu espero e me deparo com algo novo e aparentemente “mau”, a situação muda de figura.

Algo que eu tenho vindo a treinar ( e que é bastante urgente) é em primeiro lugar deixar de rotular as situações como “boas” e “más” e ver tudo sem julgamento, nem preconceito. Depois, para além disso é sair do meu próprio caminho e deixar de pensar que eu é que sei como as coisas devem correr.

Nos últimos dois meses fiz uma “experiência”. Encarei cada situação como aquilo que eu precisava (pelo menos fi-lo durante o máximo de tempo que consegui). Depois em alguns momentos, a tendência para julgar veio e deparei-me com uma postura ansiosa, de quem quer controlar e ter as coisas à sua maneira.

A diferença foi enorme. Quando vi tudo o que acontecia como aquilo que eu precisava, independentemente do que acontecesse, fosse algo novo ou algo que eu já conhecia e que evitava devido ao medo, tudo fluía e retirava sempre uma aprendizagem da situação.

Quando julgava, tudo parecia correr mal e sentia sempre que podia ter feito mais e melhor. Duvidava de mim e da capacidade da vida de me trazer aquilo que contribuía para o meu crescimento.

Resumindo tudo isto: cheguei à conclusão que cada passo é uma aprendizagem. Enquanto confiei aprendi aquilo que a vida me queria mostrar. Quando deixei de confiar aprendi que não sei nada e que estou cá para aprender.

Estou satisfeita com o resultado desta “experiência”, porque obtive dela uma grande lição: a minha postura é aquilo que faz tudo fluir e quanto mais segura e confiante na vida estiver, melhor poderei aproveitar cada momento.

Grata por este dia repleto de aprendizagens,

Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest