Hoje, enquanto falávamos aqui na fundação sobre o facto de as pessoas nos tratarem consoante a imagem que temos de nós, lembrei-me de que eu achava que iria haver um dia em que eu me sentiria superior aos outros e aí teria atingido uma boa auto-estima.

Neste momento, sei que essa forma de pensar é completamente dolorosa e que só me irá trazer dor e sofrimento. Mas na altura pensava que tinha que ser assim: passar de me sentir inferior a sentir-me superior.

Hoje sei que tenho que me sentir a fazer parte do todo, que tenho que ter consciência que estamos todos interligados.

Mas será que o meu pensamento da altura está errado?

Tenho a certeza que ninguém me disse que me sentir superior era um caminho a seguir, mas de alguma forma eu criei esse padrão de pensamento. Mas na altura eu achava que estava a fazer bem. Não sei de onde tirei esta ideia, mas eu acreditava que era uma boa forma de agir.

Penso que discutir se é certo ou errado é entrar pelo caminho da dualidade e não quero ir por aí. Vou antes pensar nisto de outra forma, vendo a expansão da consciência. Porque no fundo não se trata de certo ou errado, trata-se de fazer o melhor que sei e que posso num dado momento.

À medida que fui aprendendo a lidar comigo, fui abrindo novas portas, e vendo o mundo de outra forma. Fui fazendo um upgrade de consciência, mudando os conceitos, aprendendo a lidar com novas situações.

Então aquilo que era considerado verdade na versão anterior, passou a estar desatualizado e foi substituído por uma nova forma de ver. E por aí em dia, até ao ponto em que estou hoje.

E no futuro irá continuar a ser assim, a menos que a próxima atualização me faça ver as coisas de outra forma.

Obrigado por este dia recheado de atualizações.

Até amanhã!

Ângela Barnabé 

Pin It on Pinterest

Copied!