soluções

Devido àquilo que fui considerando como verdade ao longo da  minha vida, sempre me foquei nos problemas. Ocupava a mente com o que poderia correr mal e com aquilo que eu não queria que acontecesse.

Nunca me sentia a viver o presente, é claro; sentia-me sempre ansiosa e nunca me sentia preparada para resolver algum “problema” que pudesse surgir.

Bastava uma pequena alteração de planos para comprometer a postura de calma que eu muitas vezes aparentava.

Mas quando comecei a ver a vida de forma diferente, comecei também a conceber uma realidade diferente.

Uma realidade em que o foco são as soluções. Em que tudo o que acontece é sempre o melhor e que qualquer obstáculo não é nada mais que uma oportunidade de crescimento.

É como mudar as lentes de uns óculos, para umas com uma definição e uma cor totalmente diferentes. Uma perspectiva que permite uma vida bem mais satisfatória e que em vez de me colocar contra a vida, me permite fluir ao seu sabor.

Já escrevi sobre o “complicómetro” e sobre a sua permanência ativa no meu dia-a-dia. Mas descobri o botão de desligar para este “aparelho” que tanto transtorno me traz: é confiar.

Confiar na vida e no seu processo e confiar que sempre que me for apresentada uma situação terei também a capacidade e as ferramentas para a resolver e para a transformar naquilo que preciso para o meu crescimento e para o alcançar dos meus sonhos.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Foto original por Rodion Kutsaev on Unsplash

Podes também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest