lidar com os pensamentos

Nos últimos dias tenho prestado bastante atenção aos meus pensamentos. Não é que não o devesse fazer sempre, em cada momento da minha vida, mas há medida que vou expandindo a consciência fico mais ciente daquilo que passa pela minha mente.

São os pensamentos que criam os sentimentos e emoções. Se eu aprender a lidar com os meus pensamentos, poderei lidar com as minhas emoções e assim criar uma vida realizada.

Eu só agarro os pensamentos se eu quiser. Não posso evitar que pensamentos venham à minha mente nem posso controlar qual será a sua temática.

Também de nada serve tentar combater pensamentos com outros pensamentos, pois será apagar fogo com mais fogo.

Mas posso deixá-los ir. Da mesma maneira como eles surgem podem desaparecer. Posso também partilhar aquilo que me vem à mente, se o assunto se torna algo recorrente.

Se eu alimentar os pensamentos, se eu lhes der importância e atenção, eles tornar-se-ão cada vez maiores e serei engolida por eles.

A ansiedade entra quando deixo que os pensamentos entrem e que criem a dúvida. O medo vem quando começo a pensar naquilo que pode ou não acontecer, deixando de confiar no fluxo e processo da vida.

Lidar com os pensamentos é essencial para poder criar a realidade em que quero viver. Quem faz com que a vida não seja algo entusiasmante sou eu, quando permito que pensamentos que contrariam essa forma de viver inundem a minha mente e a minha vida.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest

Copied!