Muitas vezes dou por mim a pensar em como gostaria que as pessoas fossem diferentes… Queria que elas mudassem a sua postura em relação à vida e que fossem diferentes em relação a elas mesmas.

Algumas vezes eu penso tudo isto tendo em conta o quão melhor seria a vida da pessoa se essas mudanças acontecessem. Mas, na maior parte das vezes eu quero que isto aconteça para fazer a minha vida melhor.

Porque se aquela pessoa mudar aquele traço nela eu não terei que trabalhar aquele aspeto em mim. E se os outros mudarem a sua maneira de pensar e seguirem mais a minha linha de raciocínio as coisas vão fazer mais sentido.

Isto não é algo que deva passar na minha mente, porque quem sou eu para saber o que é melhor para os outros e qual deve ser a postura que eles devem adotar…

Ao longo da minha adolescência, a forma como me relacionei com os outros foi-se tornando mais difícil, porque a forma como eu me relacionava comigo mesma também se foi complicando.

Aos poucos vou largando a vontade que as coisas sejam à minha maneira e vou aceitando os outros ( e a mim mesma, principalmente) como realmente são e vou aprendendo com a experiência de todos os que me rodeiam.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest