reflexo

Quanto mais expando a minha consciência, mais me apercebo do quanto o mundo é um reflexo de mim mesma.

Se me sinto bem comigo mesma, tudo vai fluir na perfeição; o dia é aproveitado ao máximo, consigo fazer diversas tarefas e sinto-me sempre realizada. As pessoas com que me encontro contribuem com pequenos atos para o meu crescimento pessoal e sou presenteada com pequenos “milagres” em cada novo ciclo de 24 horas.

No passado as coisas não eram bem assim. Sentia-me mal e por muito que me fossem apresentados motivos para me sentir melhor, o meu foco era sempre em algo que me trouxesse algum tipo de ansiedade ou medo.

O foco mudou e a consciência expandiu-se. Consigo ver as coisas de outra perspectiva e permito que tudo se desenrole de uma maneira diferente.

Quando limito as possibilidades, através de uma consciência mais fechada, só posso colher aquilo que se encaixa na visão que tenho naquele momento.

Se me sentia mal comigo mesma, não conseguia conceber sentir-me bem, nem mesmo viver num mundo em que todos se valorizassem e me ajudassem a crescer.

Apenas mudando a minha consciência e alargando os limites da minha visão, pude deixar que determinados acontecimentos “entrassem” na minha vida.

Não foi só mudar a perspectiva, foi também um alargar de horizontes. Hoje sei que o mundo é um espelho e se quero ver uma melhor imagem refletida, tenho que projetar algo melhor.

Se quero que a imagem no espelho se expanda, tenho eu própria que permitir que a minha consciência de expanda e crie algo cada vez maior.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Foto original por Jonathan Knepper on Unsplash

Podes também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest