leva a confiança

Estes últimos 3 meses têm sido muito intensos. Mais intensos do que eu poderia imaginar.

Quando rotulo as minhas últimas vivências como intensas faço-o porque neste momento sinto que não há tempo para adiar nem para fugir. Tudo tem acontecido de uma maneira rápida e a colheita daquilo que venho semeando tem sido quase instantânea.

Se antes tinha que estar atenta aos meus pensamentos e sentimentos, neste momento tenho que reforçar esse comportamento.

Se antes tinha que confiar, agora é um dos momentos da verdade.

 A confiança leva-me àquilo que é o melhor para mim. Leva-me à aceitação. Leva-me a uma vida realizada e plena.

A dúvida, pelo contrário, leva-me à criação daquilo que eu não quero e a uma vida sem sentido, ao sabor dos ventos.

Nem sempre consigo sentir-me confiante, mas a vida “obriga-me” a trabalhar a confiança.

De que serve acordar todos os dias para infinitas possibilidades se escolho duvidar daquilo que me é apresentado e se tento manipular as coisas para acontecerem à minha maneira?

Antes pensava que a vida me apresentava testes para ver até que ponto eu estava bem. Hoje sei que a vida me dá oportunidades para crescer e que depende de mim onde a vida me leva.

Onde me leva a confiança? A confiança leva-me para um mundo cada vez melhor.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest

Copied!