mente

Muito tenho escrito eu sobre viver o presente e sobre valorizar e usufruir daquilo que é me apresentado. Apesar de treinar diariamente esta nova postura, ainda me encontro muitas vezes enleada nas teias da mente.

Com o treino, venho sentindo um bem-estar cada vez maior e isso não vem de pensar “positivo” ou de arranjar maneiras de enganar a mente; vem de parar a mente.

Quando surge um pensamento, se o alimentar, vou deixar fluir todas as possibilidades e resultados que podem vir de determinada situação.

Como muitas vezes ainda me deixo levar por uma consciência limitada e obsoleta normalmente as possibilidades que me surgem não são “bonitas”.

O melhor a fazer é parar a mente; não pensar; usufruir e lidar com as situações à medida que elas acontecem.

Há truques que vou usando para ir de me focar no pior resultado possível, para me focar naquilo que eu quero. Depois daí posso focar-me que tudo o que me acontece é para meu benefício e finalmente deixar que tudo flua.

Às vezes fico frustrada com a minha postura, porque mesmo sabendo qual é a melhor forma de fazer, ainda faço as coisas como antes e tomo decisões com base em tudo menos no amor, aceitação e gratidão.

Mas a vida é um treino e quanto mais me foco em crescer a cada dia que passa, mais fácil tudo se torna.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Foto original por Rodion Kutsaev on Unsplash

Podes também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest