quando eu mudo

É fácil ver a forma como eu influencio a minha realidade. Basta sentir-me mal comigo mesma para que a forma como os outros se comportam em relação a mim mude. Basta sentir-me confiante para que tudo flua de uma forma diferente.

Quando eu mudo, tudo muda.

Mas para que eu mude é necessário que me responsabilize e que aceite a situação onde me encontro. Enquanto colocar a responsabilidade por aquilo que eu sinto nas mãos dos outros, estarei sempre a viver ao sabor dos ventos.

Também não posso dizer que algo aconteceu porque era destinado ou achar que não sou “filha de Deus” e que as coisas boas não me acontecem.

A minha vida é da minha responsabilidade e quando (realmente) mudo, consigo instantaneamente ver a mudança a acontecer.

Só consegui mudar a forma como me via quando deixei de colocar nas mãos dos outros o meu bem-estar.

Só consegui sentir-me realizada com a minha vida quando fui atrás do que realmente queria e quando aceitei o fluxo e processo da vida.

A mudança é tão simples quanto eu quero que seja.

Quando quero que algo mude basta mudar!

Obrigado!

Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest