Querido Março,

Há cinco anos atrás foste sinónimo de uma grande mudança na minha vida e penso que isso me trouxe muitas reflexões este ano.

Não poderia imaginar alguma vez ter a vida que tenho hoje, mas talvez por confiar que tudo ia correr bem, hoje estou onde estou mais feliz que nunca.

Uma das grandes aprendizagens que me trouxeste foi que a vida é perfeita, da forma que é. Sempre que tento manipular ou controlar alguma coisa, apenas impeço que o melhor resultado possível chegue até mim.

A forma como observo as situações, cria o resultado que eu vou receber, e ao longo destes trinta e um dias, mostrastes-me a facilidade com que eu posso alterar os resultados e criar a vida que realmente quero.

Ensinaste-me, de certa forma, a ser mais espontânea e segura, pois a postura que eu tentei e consegui manter foi a de que a vida está sempre lá para mim e que, independentemente do que aconteça, nada me faltará.

Obrigado por todos os sorrisos, todas as flores que desabrocharam e todas as bênçãos que choveram sobre mim.

Obrigado! Obrigado! Obrigado!

Obrigado Março e bem-vindo Abril!

Ângela Barnabé

Podes ler os artigos do mês de março clicando aqui!

Foto original por Noah Baslé on Unsplash

Podes também gostar de:

Holler Box

Pin It on Pinterest