exemplo

Muitas vezes em criança questionei as ações dos adultos. Não pela ação em si, mas pela falta de coerência que existia, uma vez que me era dito para fazer uma coisa e depois eles faziam outra.

Muitas vezes ouvi a tão famosa frase “Faz o que eu te digo e não faças o que eu faço”. Isso deixava-me dividida porque se me diziam para fazer algo e não o faziam, alguma coisa estava errada.

Como é que podia viver genuína e autenticamente se tudo passava de uma mentira?

As coisas funcionam através do exemplo. Mais do que aquilo que se apregoa, é aquilo que se faz, a forma como se age que conta.

Nunca poderia quer fazer parte de um mundo em que se é o que se quer que o mundo seja se as minhas ações não correspondem às minhas palavras.

Se quero que o mundo seja um lugar melhor, tenho que ser eu própria melhor e as minhas ações têm combinar com aquilo que eu quero experienciar.

Se quero um mundo de amor, tenho que eu ser amor. Se quero um mundo de aceitação tenho que aceitar.

O mundo é um reflexo daquilo que eu sou e quanto mais honesta for mais permitirei a mudança e a transformação para algo cada vez melhor.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Foto original por Kien Do on Unsplash

Pin It on Pinterest