depende de mim

Quando comecei a tomar consciência da minha responsabilidade perante aquilo que vou experienciando, não apenas na maneira que ajo perante as coisas, mas também pelo facto de as coisas acontecerem, a perspectiva que eu tenho da vida mudou bastante.

Nos últimos dias tenho questionado um pouco a imagem que tenho de mim mesma e também a minha perspectiva, enquanto adolescente, de tudo o que me rodeava.

A imagem que eu tinha de mim condicionava aquilo que eu experienciava. Se eu não me considerava merecedora de receber amor, por muito que me o dessem eu simplesmente não o identificava na minha vida.

Focava-me no que não tinha, achando que a resposta para a ausência de algo estava nos outros, quando na verdade estava tudo dentro de mim.

Se que quero mudar aquilo que vivo, tenho que mudar aquilo que sou e aquilo que irradio para o mundo.

Todas as possibilidades estão no mesmo lugar.

Neste preciso momento posso sentir amor ou raiva, bem-estar ou mal-estar, independentemente do que esteja a acontecer. Tudo depende de mim…

Obrigado!

Ângela Barnabé

Foto original por Christian Joudrey on Unsplash

Pin It on Pinterest