crescimento diário

Já escrevi bastantes vezes sobre o facto de querer saber fazer as coisas à primeira, sem ter qualquer experiência. Quero começar e acertar logo, sem ter qualquer tipo percurso naquilo que estou a querer fazer.

Mas a verdade é que as coisas obedecem a uma ordem e a um crescimento que tem o seu ritmo. A postura com que eu faço as coisas influencia grandemente a forma como elas fluem, mais isso não significa que posso saltar a ordem de como as coisas acontecem.

A vida é um crescimento diário, contínuo. A única forma de eu viver uma vida plena e realizada é estar constantemente em evolução, permitindo a mudança e abrindo-me para um sem-fim de ciclos.

Desempenhar uma tarefa da melhor maneira não significa fazer as coisas perfeitas à primeira. A melhor maneira de fazer as coisas é dar o melhor de mim, fazendo o melhor que sei e que posso.

Isso permite o crescimento e deixa que tudo o que acontece contribua para as aprendizagens e que por sua vez me leve à construção da experiência.

Quando se larga o perfecionismo e se vê que tudo acontece da melhor maneira sempre, confiando na vida, tudo se torna um prazer, mesmo aquilo que nos tira da zona de conforto.

Quanto mais expando a minha consciência, mais vejo a importância do crescimento diário e mais me apercebo de que, se eu permitir, tudo, mas tudo o que acontece contribui para que eu seja uma pessoa cada vez melhor.

Obrigado!

Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest

Copied!