Visita ao Bacalhôa Buddha Eden

Na primeira vez que visitei o Bacalhôa Buddha Eden “prometi” lá voltar para poder conhecer com mais profundidade aquilo que este espaço tem para oferecer.

No passado dia 5 de julho, voltei ao Bombarral, também numa visita contemplada por uma iniciativa da Casa Escola António Shiva® ( o Atelier de Mecânica Quântica em Ação).

Apesar de pensar que esta vez o factor surpresa não estaria presente, uma vez que já lá tinha estado, fui surpreendida em diversos aspetos.

Nesta altura do ano encontram-se em floração os agapantos, flores que cobrem uma grande parte deste lugar, e que, combinados com as esculturas e todas as obras de arte que cobrem este maravilhoso jardim, trazem uma beleza única. O ano passado visitei o Bacalhôa Buddha Eden em abril, época em que estas flores ainda não mostravam a sua beleza.

Por saber que ia andar bastante, uma vez que o jardim já é grande e está sempre em crescimento, fui com uma postura preparada para caminhar, o que também me permitiu apreciar todo o passeio de uma maneira diferente e ver coisas novas, que na altura, por estar cansada (não pensando que iria andar tanto) não consegui ver.

Continuou a recomendar a visita a este espaço e tenho a certeza que irei lá voltar., porque apesar de ter visto grande parte , a sua constante expansão de certeza irá trazer mais belezas para apreciar.

Deixo-vos as minhas fotos favoritas abaixo e podem ver todos os momentos capturados pela máquina fotográfica na galeria da Casa Escola António Shiva® (clica aqui)

As recomendações que dei o ano passado (podem ler o artigo aqui) continuam atuais, incluindo o valor de entrada que é 5€, a pé.

Se tiverem alguma questão ou alguma sugestão deixem abaixo na caixa de comentários.

Ângela Barnabé

Pin It on Pinterest