Às vezes quando me deparo com alguém novo ou até alguém que eu já conheço penso na maneira como as pessoas me vêm. Será que com um simples olhar conseguem perceber a minha história?

É óbvio que não. E será que quando eu olho para os outros me deixo apenas levar pelas aparências ou permito-me ver para além daquilo que parece?

O meu percurso de vida trouxe-me até onde estou hoje e a mudança na minha vida aconteceu porque eu não estava satisfeita com a forma como as coisas se desenrolaram.

Tendo em conta a responsabilidade de cada um na sua própria vida, tem sido bastante importante para mim olhar para tudo o que me rodeia com um olhar diferente, principalmente para as pessoas.

A minha relação comigo mesma dita a relação que tenho com os outros, com o mundo.

Muitas vezes critico-me, não me valorizo e se o faço a mim faço-o também aos outros. Se penso que seria bem melhor para o mundo praticar um pouco mais de amor para com os outros, porque não começar por mim?

Aliás, o primeiro passo a dar é sempre comigo. Cada um tem a sua história, é verdade, e eu tenho a minha.

Mais importante do que  pensar no que poderia ter acontecido e no que teria sido uma melhor decisão, é decidir neste momento seguir aquilo que acredito e mais importante que tudo, ser feliz!

Obrigado!

Ângela Barnabé

Foto original por Doug Robichaud on Unsplash

Pin It on Pinterest