Os meus artigos

Resistir ao impulso – 218 de 365

Já dei por mim muitas vezes a agir de forma impulsiva, ou melhor, a reagir às situações. No momento, é fácil deixar-me levar por aquilo que parece e responder à “letra” quando me deparo com diversas situações. Mas a verdade é que essa é a maneira mais difícil de lidar...

Quem define as limitações sou eu – 217 de 365

Olhando para mim mesma, eu sempre me vi como uma pessoa limitada. Carregava comigo diversos aspetos que tinham que ser trabalhados, mas considerava que não havia forma de os libertar. Sentia-me presa, como se a vida me tivesse dado características e eu não tinha opção...

Falar do que sinto – 216 de 365

Apesar de estar a praticar uma nova consciência, muitas vezes ainda sinto coisas que não são coerentes com aquilo que eu quero experienciar. A minha maneira de lidar com o que sentia era tentar convencer-me mentalmente que aquilo não fazia sentido. Depois entrava num...

A ilusão da manipulação – 215 de 365

A manipulação foi uma ferramenta que eu “arranjei” para ter as coisas à minha maneira. Principalmente no que tocava a tentar situações ou fazer com que as que eu queria acontecessem, eu utilizava bastante esta “ferramenta”. Mas sentia sempre que faltava algo ou que as...

Quando as coisas têm que acontecer – 214 de 365

Uma das coisas que eu venho treinado é não manipular nem tentar controlar nada. Ainda que as coisas pareçam estar a encaminhar-se para algo que eu pense não ser tão bom, tenho tentado não interferir. É fácil, ao olhar para o meu percurso de vida, ver o quanto o...

Pôr-me em primeiro lugar – 213 de 365

Pôr-me em primeiro lugar é algo essencial para que as coisas fluam na minha vida. Não tem  nada a ver com egoísmo (ao contrário do que eu pensava); tem a ver com criar bem-estar em mim mesma para poder criar bem-estar no mundo. Já partilhei muitas vezes sobre a minha...

Decidi  criar uma série de artigos chamada “As Aventuras de uma Míope” para partilhar a minha experiência de melhoria de visão, incluindo a minha resistência à mudança, os meus boicotes e os momentos de clareza.

Apesar do processo de melhoria de visão não estar completo, posso dizer-vos que é um sucesso, pois a cada dia que passa vejo cada vez melhor.

 

Pin It on Pinterest